terça-feira, 16 de agosto de 2011

PENSO, LOGO SINTO

Cada um preenche seus vazios com a força de sua natureza: com brisas amainadoras, constantes ventos de renovação, vendavais, ar rarefeito, poluição ou com o vácuo de suas parcas idéias.


Vídeo: "Cortina (Curtain)", com e de Naná Vasconcelos.
Veja também:
Versos do Avesso