domingo, 13 de julho de 2014

O QUE NÃO SE PODE PERDER É A ESSÊNCIA

Sim, eu sei, na vida é preciso sempre tocar em frente. Mas é necessário que não se esqueça jamais tudo de bom construído durante a jornada e o que levamos como o bem mais precioso dentro de nós, aquilo que nos caracteriza, nos diferencia, que faz não só os outros, mas nós mesmos, nos reconhecer.

É assim também com uma nação e sua cultura. Ei, Brasil, vamos tocar em frente, sem virar as costas para o que de mais belo você criou e consolidou para o mundo. Sua cultura e sua arte são os seus bens mais preciosos, genuínos. Por que você os tem deixado para trás? Por que destruir o que se tem de melhor?

Respeite sua essência, respeite sua cultura, respeite seu futebol, sua música, sua arte. Isso é o que temos de melhor, e é onde eu me reconheço em você. E você em mim.



Vídeo: "Tocando em frente" (Almir Sater/Renato Teixeira), com Almir Sater
Veja também:
Amigo Cyro, que espetáculo!
Lições de João (a música é interdisciplinar 2)
Os sopros mágicos de Carlos Malta
Sócrates, o doutor da bola
Setenta anos do Canhotinha de Ouro
Homenagem ao teatro
A força nordestina
Antúlio Madureira, mestre de obras-primas
Reinaldo, o rei do Galo mineiro
Chorinho
Das peladas de rua às arenas