segunda-feira, 28 de março de 2011

FRAGMENTO DE O NEGRO CREPÚSCULO NA COLUNA DO LAM

O jornalista, radialista, produtor musical e escritor Luiz Antonio Mello, um dos fundadores da Rádio Fluminense FM (juntamente com Samuel Wainer Filho), me convidou na semana passada para que eu lhe enviasse um texto de minha autoria para ser publicado em seu site, Coluna do LAM, que eu leio diariamente e, obviamente, recomendo com todas as letras. Fiquei muito feliz e honrado e (es)colhi um trecho do livro que pretendo lançar ainda este ano - com ou sem editora - e lá está desde este último dia 27 de março Fragmento de O Negro Crepúsculo com uma ilustração que me fez lembrar uma cena que imaginei para o roteiro de cinema que fiz para O Anjo Grave.
Este livro já tem alguns trechos publicados aqui neste blog na série Monólogos. Alguns já estavam escritos e apenas retirei para postar aqui, mas outros eu incluí no Negro Crepúsculo, como por exemplo aquele que mais visitas recebe, justamente o que deu origem à série: O Jogo dos Espelhos.
Além de agradecer novamente a Luiz Antonio Mello e reforçar o convite a todos que naveguem pelo seu site, queria recomendar um texto de outra convidada de LAM, Cyana Leahy-Dios. Ela fala da importância da leitura e da necessidade de se criar novos leitores neste país. Eu só posso apoiar com todas as minhas forças, afinal o que será do escritor se não houver mais leitor?
Veja também:
Monólogos 9 (A Solidão e a Angústia)
Monólogos 5 (O Espírito dos Insensatos)