quarta-feira, 23 de maio de 2012

A CRUZADA DAS CRIANÇAS

Sempre gostei muito de Children's Cruzade, música de Sting, e hoje, após ouvi-la na Rádio Vitrola (www.radiovitrola.net), fui procurar a letra e entender que Cruzada das Crianças era aquela. Sting fala de 1914 (ano da Primeira Grande Guerra) e 1984 (ano em que provavelmente a música foi composta e que George Orwell escolheu para escrever em 1948 a sua obra-prima futurista, prevendo um mundo vigiado por câmeras), mas o evento, ou melhor, os eventos originais se referem ao ano de 1212.
Em meio a muitos relatos fantasiosos - e romanceados ou poetizados, como vários livros sagrados? - conta-me o Wikipedia que dois meninos pastores, um da Alemanha de apenas 10 anos, chamado Nicholas, e outro de 12 da França, conhecido como Stephen de Cloyes, lideraram grupos de milhares de crianças e adolescentes por uma Europa devastada pela fome, a miséria, e atravessada por grandes movimentos populacionais causados pela migração dos campos para as cidades dos fazendeiros que perderam suas terras e pelas Cruzadas, que pretendiam impor na marra o cristianismo à Terra Santa, onde fica a Palestina, então dominada pelos turcos otomanos.
Nicholas quis que o Mediterrâneo se abrisse para que ele e seus 7 mil seguidores passassem rumo a Jerusalém. Stephen disse ser portador de uma carta de Jesus de Nazaré para o rei da França e foi para Saint-Dennis com 30 mil pessoas a lhes dizer amém. Teria até feito milagres. Nos dois casos, muitos dos jovens - possivelmente alguns nem eram tão jovens assim - morreram de fome, sede, afogados (no trajeto de barco, já que o Mediterrâneo cerrou-lhes a porta por entre suas águas) e vendidos como escravos.
Oitocentos anos depois vemos a Europa novamente em grave crise econômica, acirrando seus cantões históricos de fascismos e etnicismos e um país periférico na América com manias de grandeza construir para suas crianças uma estrada infectada de ignorância, inversão de valores, submissão a crenças distorcidas, fanatismo religioso, truculências, homofobia, xenofobia, racismo, ganância. Muitas se perderão no caminho desta nova Cruzada, mas em breve a maioria será adulta e representará uma nação.


Ilustração: "Cruzada das Crianças", de Gustave Doré.
Vídeo: "Children's Cruzade", Sting, provavelmente produzido e traduzido por mrfloyd93 (http://www.youtube.com/user/mrfloyd93).
Veja também:
A Grandiosidade de Victor Hugo
Rio de Janeiro, um Doente em Estado Grave
Versos versus Versículos